Nutrição simples e prática para seu dia a dia.

Eliminar alguns quilos a mais que acabam incomodando é um processo diferente para todos. Como depende do metabolismo, necessidades nutricionais, padrões hormonais, estilo de vida, etc., é um caminho muito individual que precisa ser monitorado para ver o que funciona e o que não funciona. Entre aqueles que tentam perder peso, há uma queixa comum: a gordura da barriga. Em muitos casos, mesmo que as pessoas consigam perder uma grande quantidade de peso, algumas gorduras ainda ficam alojadas principalmente no abdômen. Nesse caso, o ideal é buscar dietas para emagrecer e ao mesmo tempo proporcionar mais saúde.

Para conseguir uma perda de peso saudável e duradoura, é importante desenvolver bons hábitos alimentares. Para tanto, existem diferentes tipos de dietas para emagrecer, cada uma utilizando seu método de acordo com a finalidade desejada. Fazer dieta para perder peso é a prática de hábitos alimentares para perder ou manter o peso. Para perder peso de forma saudável, seu corpo precisa queimar mais calorias do que queima. E para ajudá-los a alcançar este objetivo, criamos o texto abaixo. Nele, iremos falar um pouco mais sobre algumas dietas e dicas que podem ajudar as pessoas a emagrecerem com saúde e da forma correta. Portanto, para saber mais e tirar todas as suas dúvidas, continue a leitura do texto abaixo.

Sobre as dietas

Existem vários tipos de dietas por aí, mas é importante entender seu corpo ao trabalhar com um profissional para escolher a melhor dieta para perda de peso. Em geral, focar nas escolhas de proteínas, carboidratos de baixo índice glicêmico e gorduras de alta qualidade pode levar a uma perda de peso mais rápida. Além disso, dietas de baixa caloria associadas ao aumento do gasto energético da atividade física levam à mobilização da gordura geral.

Uma dieta equilibrada ajuda a eliminar a gordura e melhorar a função intestinal, o que pode ajudar a reduzir a gordura da barriga. Alimentos como canela, gengibre, abacate, salmão, feijão, oleaginosas e legumes também regulam positivamente o metabolismo, mas não fazem milagres por si só. Por outro lado, alimentos ricos em açúcar e carboidratos refinados, principalmente farinha de trigo, podem deixar o abdômen mais inchado.

Outra dúvida bastante comum que as pessoas têm no que diz respeito a ingestão de líquidos quando estão se alimentando. De acordo com os especialistas, tomar água, refrigerante, sucos e outros líquidos podem causar uma distensão no seu estômago. De forma simples, a distensão do estômago causada pelo consumo de líquidos durante a refeição faz com que você coma mais de seda a quantidade de nutrientes necessários em sua alimentação, fazendo com que haja um excesso de calorias. Esse acesso de calorias ser estocado como forma de gordura, fazendo com que ela se acumule no seu abdômen. Sendo assim, essa é uma das principais causas para formar aquela cinta de gordura ao redor da sua cintura. Abaixo, criamos uma lista com as melhores dietas para emagrecer que você precisa conhecer, são elas:

Dieta Cetogênica

O principal objetivo deste tipo de dieta é fazer o consumo de alimentos que possuem um alto teor de gorduras boas e proteínas, bem como pequenas quantidades de carboidratos, dependendo principalmente do objetivo da pessoa e do tempo de duração dessa dieta. Os principais alimentos que devem ser utilizados nessa dieta é peixe, frango, carne, ovo, coco, abacate, frutas, sementes, entre outras. Já os alimentos que precisam ser evitados são a batata, o macarrão, o arroz e os pães.

Uma das principais vantagens desse tipo de dieta é que devido à falta de carboidratos o corpo acaba utilizando a gordura presente para transformá-la em energia, o que pode contribuir com a perda de peso. Quanto às desvantagens, podemos dizer que ela é um pouco restritivas e necessita passar por um período de adaptação do organismo no processo de produção de energia, tendo em vista que há com o que o corpo utiliza os carboidratos para obter esta energia e agora passará a utilizar a gordura.

Dieta Low Carb

Como o próprio nome já adianta, essa dieta permite aos seus adeptos consumir praticamente todos os tipos de carboidratos, no entanto, de forma reduzida. De acordo com especialistas, este consumo não deve ser maior do que 150 g ao dia. Algumas pessoas acabam duvidando dessa dieta, tendo em vista que os carboidratos devem ser excluídos para quem deseja emagrecer.

Para esta dieta, devem ser utilizados apenas alimentos naturais e saudáveis, sem que tenham passado qualquer tipo de processamento. Sendo assim, você deve evitar o consumo de laticínios, ovos, creme de leite e manteiga. Também é indicado evitar mandioca e batata. Já os alimentos indicados para quem quer aderir a esse tipo de dieta são as frutas e as nozes.

Uma das vantagens dessa dieta é que o cardápio utilizado pelos adeptos faz com que a sensação de saciedade seja maior, estimulando o consumo de gorduras boas e proteínas, bem como alimentos de origem vegetal integrais. Sendo assim, você irá demorar mais para sentir fome, o que pode reduzir a ingestão de calorias e consequentemente a diminuição do peso. Quantas desvantagens, temos que existe um limite de carboidratos que deve ser consumida ao dia. Sendo assim, algumas pessoas podem sentir um pouco de dificuldade, tendo em vista que o corpo pede pelos carboidratos, o que pode trazer uma sensação ruim ao longo do dia.

Jejum Intermitente

O jejum intermitente é uma estratégia que faz com que o tempo aumente mais do que o normal, com pequenas janelas para alimentação. Não existe uma regra para realizar as refeições, no entanto, o principal objetivo por trás desta estratégia é fazer um emagrecimento com saúde. Uma boa dica para quem pretende aderir ao jejum intermitente é fazer a redução no consumo de carboidratos refinados, comidas Ultra processados de Fast food.

Uma das vantagens do jejum intermitente é estimular o emagrecimento quando está associada a uma boa alimentação, imóvel a renovar todas as células da pessoa, contribuir para o aumento na sua imunidade e reajustar o metabolismo, melhorando os níveis de glicemia, açúcar no sangue e reduzindo inflamações. Uma das desvantagens aqui as refeições feitas após os dias um intermitente deve conter apenas alimentos com alto valor biológico, ou seja, isso significa dizer que você não pode quebrar o jejum com qualquer tipo de alimento, somente deve ser escolhidos aqueles com alto teor de proteínas e gorduras boas, bem como baixo índice glicêmico.

Dieta do metabolismo rápido

Essa dieta é baseada em cinco refeições ao dia, bem como uma alta ingestão de água. Ela é um pouco mais permissiva em questão de quantidades de alimentos a ser consumido, no entanto, é necessário saber exatamente quais serão os alimentos a serem consumidos e os seus macronutrientes.  Objetivo por trás da dieta é consumir diferentes tipos de alimentos para que seja possível aumentar o seu metabolismo.

Um dos pontos positivos é que ela dura apenas um mês e possui um cadastro bastante balanceado, podendo reduzir mais de um quilo a cada semana. Já as desvantagens, temos que ela não é tão fácil quanto se imagina para ser feita. Isso porque o corpo pode ter um efeito adverso ao que se pretende, ou seja, você pode acabar ganhando peso ao invés de perder.

Você se inscreveu com sucesso em Nutricionando
Bem-vindo de volta! Você fez login com sucesso.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Verifique seu e-mail para obter o link mágico para entrar.