Nutrição simples e prática para seu dia a dia.

A obesidade é um problema enfrentado por muitas pessoas, e para tentar combater esse problema muitos recorrem às dietas disponíveis na internet. Elas garantem a perda de peso de forma rápida e fácil. Contudo, não é assim que funciona. Para perder peso é necessário que o paciente procure um profissional especializado para fazer uma análise do seu corpo e dos seus hábitos alimentares.

Portanto, muitos ainda enfrentam alguns obstáculos na hora de fazer sua dieta, um dos principais fatores é o orçamento, visto que muitas pessoas não podem gastar muito com uma alimentação saudável. Portanto, algumas dietas não exigem tanto dinheiro assim, existem programas de perda de peso que são acessíveis, uma delas é a dieta japonesa da manhã.

Você já deve ter observado que as pessoas do japão nunca estão acima do peso. Isso não é apenas questão de genética. Mas de manter uma alimentação equilibrada. Nessa dieta o que mais nos surpreende é o segredo usado para auxiliar na perda de peso: a banana.

Esse método foi criado por Hitoshi Watanabe, e chegou a ganhar um livro. veja como ele funciona.

O que é a dieta japonesa da manhã

A dieta japonesa foi desenvolvida para estimular a perda de peso rápido, ela promete eliminar até 7kg em apenas uma semana. Porém, essa redução de peso varia de pessoa para pessoa de acordo com o estado de saúde de cada um, seu peso, hábitos alimentares e produção hormonal. Contudo, a dieta é chamada de regime japonês, essa dieta ficou famosa nas redes sociais. Veja como ela é simples:

A pessoa come uma banana pela manhã e ao longo do dia bebe muita água em temperatura ambiente. O médico responsável por essa indicação diz ter testado diversos tipos de planos alimentares no decorrer de sua vida. Portanto, a banana foi a fruta que deu a melhor resposta. A dieta foi desenvolvida junto com sua esposa que é farmacêutica,contudo a dieta não tem efeitos colaterais e qualquer pessoa pode seguir.

Mesmo não recebendo seu verdadeiro valor, as bananas são excelentes aliados na saúde das pessoas. Entre seus nutrientes há uma grande quantidade de amido, que contribui para a perda de peso e a sensação de saciedade.

Na hora que a banana é consumida ela segue direto para o intestino grosso, sem se dissolver no intestino delgado. Dessa forma, o amido começa a fermentar no intestino grosso, onde as bactérias  do órgãos são transformadas em ácidos graxos de cadeia curta. Contudo, os ácidos graxos diminuem a síntese de colesterol no fígado e são absorvidos na forma de nutrientes.

A banana ainda auxilia na melhora das funções do trato intestinal, fazendo a alimentação das células. Deixa o organismo mais saudável.

Veja os seis passos da dieta japonesa da manhã

A dieta tem uma base simples, há uma lógica específica por trás do método. Portanto, é necessário seguir algumas regras e entender como elas funcionam .

É necessário comer uma banana em jejum, e em seguida tomar um copo de água em temperatura ambiente. Portanto, não é necessário comer mais nada até a hora do almoço. É necessário esperar 20 minutos após ingerir a banana. Caso ainda fique com fome, pode comer outra banana. É importante beber o máximo de água que puder para acelerar seu metabolismo de forma natural. Não é bom ingerir bebidas alcoólicas e leite.

O jantar pode ser só depois das 20h. Após esse horário o ideal é que você não se alimente  mais.

É bom lembrar que não pode sobrecarregar seu estômago. Coma apenas 80% do que está no prato e deixe 20%. É bom diminuir o tamanho do seu prato para evitar o desperdício.

O ideal é ir dormir antes da meia noite. Pois a falta de sono tem ligação com o aumento de peso.

É possível comer o que quiser no almoço e na janta, porém o lanche é indicado comer apenas uma fruta. Não coma pão, biscoitos ou outras guloseimas. pode parecer difícil, mas se você ingerir muitas frutas, vai se sentir saciada e não tem fome para comer outros tipos de alimentos.

Veja os benefícios que a banana possui

Se você comer banana regularmente pode obter excelentes benefícios para a sua saúde, o primeiro deles é o aceleramento do seu metabolismo, isso garante a perda de peso mais rápido, você aumenta a sensação de saciedade, o que elimina a vontade de estar sempre comendo algo.

A banana oferece nutrientes que garantem o bom funcionamento do organismo, além de diminuir o aspecto de casca de laranja na pele, ela também inibe a vontade de ingerir doces.

Praticamente, a dieta japonesa da banana garante que você vai se sentir mais disposto, com mais energia, já que seus níveis de açúcar estão controlados. Contudo, nossa alimentação precisa priorizar sempre os alimentos in natura.  Os alimentos que têm conservantes provocam inchaços e deixam seu metabolismo ainda mais lento, ocasionando o aumento de peso.

Veja os alimentos que podem ser consumidor durante a dieta japonesa

Você pode se alimentar de frutos do mar, como peixes, camarão, lula ou polvo;

Os alimentos que possuem proteínas magras, como ovos, frangos e carne bovina magra;

Também é permitido a ingestão de soja e seus derivados, como miso, tofu e edamame.

As frutas também são essenciais por isso podem comer, manga, mamão, tangerina, kiwi, abacaxi e banana.

Os vegetais são: espinafre, repolho, rabanete, berinjela, entre outros.

As algas marinhas também podem ser adicionadas ao cardápio.

Veja os alimentos que devem ser evitados na sua dieta

No período em que você estiver fazendo a dieta, não pode ingerir esses tipos de alimentos, leite, iogurtes e queijos, carnes vermelhas, gorduras em excesso, alimentos que contenham açúcar.

Na dieta japonesa também não se pode consumir alimentos industrializados, como fast food, comidas congeladas, sorvetes, pois eles podem atrapalhar sua dieta.

Cuidados com a dieta japonesa

Essa dieta é muito restritiva e possui muito poucas calorias, por isso, ela pode causar problemas como tonturas, mal estar, fraqueza e alterações na pressão, além da queda de cabelo, quando realizada por mais de 7 dias.

Portanto, essa dieta não pode ser feita por mulheres que estejam grávidas ou lactantes. Nem por crianças e pessoas com alteração no comportamento alimentar, como compulsão, anorexia ou bulimia.


Você se inscreveu com sucesso em Nutricionando
Bem-vindo de volta! Você fez login com sucesso.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Verifique seu e-mail para obter o link mágico para entrar.