Nutrição simples e prática para seu dia a dia.

Segundo levantamento da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), 52% dos brasileiros ultrapassam o valor mensal do vale-refeição. Mas, afinal, como fazer o VR durar até o final do mês?

O vale-refeição se trata de um benefício que pode agregar muito à sua renda mensal, dependendo de como é utilizado. Pois, os trabalhadores podem comer de restaurantes a redes de fast food. Mas, é preciso controlar seu uso para que dure os dias necessários.

Não importa quanto você receba em seu vale-refeição, sempre há uma chance de que ele termine no final do mês. Além disso, mais importante que o valor recebido é o seu gerenciamento do VR.

O que falar dos 52% dos consumidores que extrapolam o valor do VR?

Esse número pode parecer assustador, mas é muito real. Ou seja, mais da metade dos consumidores não consegue tornar a VR durável. Portanto, de acordo com a pesquisa da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), 52% dos consumidores que recebem este benefício, passam dos limites ao utilizar o vale-refeição.

A pesquisa também destacou que 20% dos consumidores costumam exceder sempre ou com frequência, e 31% excedem apenas algumas vezes o valor mensal. E 48% disseram que usaram apenas o limite estabelecido e nunca gastaram mais. No entanto, um dos motivos para quem encontra a extrapolação é que o valor recebido no VR é muito baixo e é usado apenas como abono.

Além disso, outros 31% também alegaram que a quantidade ofertada era totalmente inadequada em relação ao preço médio dos restaurantes da região. No entanto, para 29% dos consumidores, gastar em bares e padarias esgota e compromete o valor.

Os entrevistados também responderam que costumam usar o vale-refeição para outros fins que não o almoço, o que os ajuda a terminar mais rápido. Portanto, 33% dos consumidores responderam a esta afirmação.

A explicação, é que eles o utilizam para fazer compras, café da manhã, lanches, padarias, viagens de fim de semana e outras formas de lazer. Além disso, a pesquisa também documentou que 12% não tinham controle sobre o uso de VR. Ao contrário destes, cerca de 65% disseram que acompanham os gastos com vale-refeição.

Mas, afina, porque fazer o VR durar o mês inteiro é tão difícil?

Uma das questões que ajuda a demonstrar a dificuldade de administrar o vale-refeição tem a ver com os hábitos de consumo. Pois, um terço (33%) dos trabalhadores utiliza este benefício para outros fins que não o almoço durante o horário de trabalho. Os mais comuns são cafés da manhã e lanches de padaria, viagens de fim de semana e outros gastos ligados ao lazer.

De acordo com José Vignoli, educador financeiro do SPC Brasil, não é vedado o uso do bilhete para ajudar no pagamento de contas de restaurante, compras em supermercado ou padaria. Mas, desde que seu uso seja administrado de forma adequada e não comprometa seu principal objetivo. Que é garantir o almoço nos dias de trabalho.

Além disso, o especialista ainda destaca que definir limites diários é uma boa estratégia para manter seu orçamento sob controle. “Se os gastos forem excessivos, talvez seja a hora de rever as escolhas. Uma boa saída é optar por restaurantes mais baratos ou levar comida de casa para o trabalho”, disse.

Mas, e no caso em que o valor não é compatível com o mercado?

Mas exceder o valor do vale-refeição nem sempre é sinônimo de falta de planejamento financeiro. Para alguns trabalhadores, o valor recebido é tão baixo que só pode ser usado como subsídio.

Por exemplo, Valentina recebe um vale-refeição diária equivalente a R$ 18,00. Segundo ela, os preços estão bem abaixo da média dos restaurantes do centro de São Paulo onde ela trabalha. Então, nesse caso, o consumidor precisa tomar algumas providências para garantir que os benefícios continuem até o final do mês e não gaste parte de seu orçamento com comida.

Portanto, em todo caso, para entender e saber como fazer o VR durar até o fim do mês, algumas dicas podem se de grande ajuda.

Dicas de como fazer o VR durar até o fim do mês

As dicas que vamos fornecer a seguir são muito eficazes quando o assunto é entender como fazer o VR durar até o fim do mês. Portanto, se esta é a sua intenção, não deixe de conferir as dicas abaixo!

Faça o planejamento do seu mês

Faça a boa e velha conta

Analise e defina quantos dias você deve trabalhar este mês e divida o saldo total de cupons de refeição por esses dias. Assim, você sabe exatamente quanto pode gastar em cada refeição. Incluindo saber quando você usa demais e precisa guardá-lo para o dia seguinte.

Tenha uma rotina elaborada de seus almoços

Este truque é muito simples. Como em todo ensino de finanças, faça um plano para o almoço também. Então, dessa forma, seu RV será mais fácil de durar o mês inteiro.

Além de dividir o valor recebido pelo número de dias que você deve usar, determine quantos dias você vai usar. Além disso, se você puder economizar um dia para trazer comida de casa, faça isso, mas não deixe seus planos esfriarem: cumpra-o!

Respeite a média de gasto diário

Muitos consumidores tendem a considerar apenas para o valor total cobrado no VR a cada mês. Então, dividir esse valor pelo número de dias úteis do mês é fundamental para entender quanto você pode gastar por dia, o que pode ajudar a manter seus gastos sob controle.

Se você recebe R$ 400,00 por mês desse benefício e trabalha 20 dias, isso quer dizer que, você pode gastar em média R$ 20,00 por dia. Por exemplo, se o almoço custa R$ 25,00 hoje, tente gastar apenas R$ 15,00 no dia seguinte para ficar em linha com a média.

Não é tão difícil de fazer isso: hoje, a maioria das empresas de benefícios tem aplicativos que calculam esse valor com base no que os trabalhadores gastaram nos dias anteriores.

O Vale-refeição é uma parte de seu orçamento

Muitas pessoas veem os cartões vale-refeição como extras. Mas, o que realmente acontece, é que o valor que esse benefício traz deve ser adicionado ao seu orçamento mensal. Ou seja, você precisa controlar e planejar seu uso, assim como faz com seu salário. Então, quanto mais organizado você for, maior será o saldo do seu vale-refeição.

Esteja sempre no controle de seu limite

Se você não é uma pessoa acostumada a gerenciar os limites do VR, comece a fazer disso um hábito, porque será bom manter o valor duradouro. Então, você deve fazer um hábito diário desta prática.

Sempre que você usar o VR, anote seu limite de crédito. Controle de aplicativos em seu telefone ou agenda pessoal, se necessário. Isso evita sair do controle.

Planeje o momento para as refeições mais caras

Às vezes, ter o desejo de almoçar em um lugar mais requintado, é normal, assim como querer experimentar pratos diferentes. Mas, se o objetivo é manter seu orçamento equilibrado, lembre-se de que essas refeições devem ser a exceção. Se o custo do almoço exceder a média inicial, o excesso deve ser compensado nos outros dias.

Você se inscreveu com sucesso em Nutricionando
Bem-vindo de volta! Você fez login com sucesso.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Verifique seu e-mail para obter o link mágico para entrar.